Blog                                                                                                                                                                                                           Facebook        Twitter         Youtube                                                                                                             
Sandra Fayad Bsb
Proseando em Versos
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Minha Vida Em Brasília - Episódio 34
Estávamos em meados de 1974, e eu iniciava a Faculdade de Ciências Econômicas na Universidade do Distrito Federal. À época, Brasília contava apenas com duas Universidades Particulares (UDF e CEUB) e uma Federal (UNB), onde era pouco provável ingressar, por causa do reduzido número de vagas para a quantidade de candidatos que se apresentava a cada semestre letivo. A concessão do Crédito Educativo para estudantes universitários carentes de recursos financeiros foi motivo de comemorações oficiais, inclusive.
A UDF resolveu receber o Presidente da República e o Ministro da Educação com um coquetel, discursos de agradecimento e desfile de um casal de alunos beneficiados pelo novo Programa. Entre todas as moças da Universidade, a escolhida foi a minha amiga Lia. Não me lembro quem era o rapaz. Até hoje a Lia diz que não sabe o porquê da escolha ter recaído sobre ela. Reio que por ser uma morena exuberante, alegre, magra e alta. Os escolhidos foram encaminhados para uma estilista que desenhou e confeccionou a roupa que iriam usar no dia da grande festa. Houve ensaios, maquiagem e tudo o que uma dama e um cavalheiro enfeitados precisavam para estar bem elegantes e bonitos. Logicamente que os custos foram realizados pela Universidade.
Eu me lembro bem de a Lia ter surgido, na passarela improvisada, muito aplaudida, com um vestido longo de voil verde folha e uma sandália dourada de salto Luiz XV, de braços dados com o rapaz. Este usava terno e sapatos azul marinho, camisa branca e gravata borboleta. Fiquei perto do palco, orgulhosa da minha amiga. Mas eu achava que aquele vestido esvoaçante estava mais para um baile de formatura ou madrinha de casamento do que para um evento formal daquela natureza. Na semana passada, rimos muito juntas com as lembranças desse dia em que ela cumprimentou, com um agradecimento, o Presidente Ernesto Geisel e o Ministro Ney Braga. Pena que não temos uma foto sequer desse acontecimento. Bem, a consequência disso é que, se não haviam nos observado antes, agora ficamos famosas na Universidade. A Lia e eu, que peguei carona na fama dela, recebemos o apelido que nos acompanhou durante todo o curso. Éramos “Cosme e Damião”.
Sandra Fayad Bsb
Enviado por Sandra Fayad Bsb em 12/09/2019
Alterado em 12/09/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras