Sandra Fayad Bsb
Proseando em versos
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

DORES DO MUNDO
Sandra Fayad
 
 
Doem em mim as doenças do mundo
São tantas perdas!
Que mundo é este?
Sou eu, és tu, somos nós
Cidadãos frágeis
Animais vulneráveis
Mares instáveis.
 
Doem em mim as guerras do mundo
São tantas perdas!
Que mundo é este?
Quem são os algozes
que destroem por Alá?
Famílias estraçalhadas
Fauna contaminada
Floresta  devastada
 
Doem em mim as mentiras do mundo
São tantas perdas!
Que mundo é este?
Quem são vocês
que transmutam a realidade?
População iludida
Contaminação genética
Polinização hermética.
 
Doem em mim os disparates do mundo
São tantas perdas!
Que mundo é este?
Quem são os milionários
que "miserizam" os demais?
Falta amor ao próximo
Falta respeito aos animais
Falta ouvir no farfalhar da folhagem
os sinais, os sinais...
 
Bsb, 28-02-2015
 
Sandra Fayad Bsb
Enviado por Sandra Fayad Bsb em 28/02/2015
Alterado em 28/02/2015

Música: Assez lent - Philharmonica Slavon

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários